Indústria 4.0

Leitura de dados na indústria 4.0: o futuro do setor

A indústria de alimentos está em constante evolução, assim como o desenvolvimento de novas tecnologias que permitem tornar todos os processos mais ágeis, eficazes e adaptados às necessidades dos consumidores.

Atualmente, os avanços científicos e tecnológicos permitem produzir e distribuir alimentos de forma segura, sustentável e com alta qualidade. Dessa forma, é possível impactar mercados globais.

Nesse cenário, se tem falado cada vez mais do conceito de Indústria 4.0, ou seja, uma união de sistemas tecnológicos e físicos com softwares inteligentes que permitem aumentar a produtividade e elaborar novos modelos comerciais para as empresas.

E, quando entramos nesse tema, a obtenção, armazenamento e leitura de dados é um componente fundamental a ser entendido e adotado pelas indústrias que não querem ficar para trás.

Quer entender melhor como a leitura de dados na Indústria 4.0 revoluciona os processos de produção e, principalmente, a relação com o consumidor? Acompanhe.

A nova realidade da Indústria 4.0

A Indústria 4.0 conecta todos os componentes físicos de uma fábrica, incluindo a mão de obra humana, em um sistema único e integrado.

Por meio da utilização de sistemas, como o Big Data e a Internet das Coisas, as fábricas podem ser automatizadas e controladas remotamente. Como resultado, há uma enorme economia de recursos que vão desde a mão de obra até tempo, energia e água. Além disso, é possível melhorar a eficiência e a flexibilidade da cadeira produtiva, tornando o processo de decisões mais ágil e descentralizado.

As principais transformações trazidas pela leitura de dados na Indústria 4.0

Entre todas as transformações que a Indústria 4.0 traz para o setor, a forma como os dados de produção, de fornecedores e de clientes são captados e analisados também muda.

“Quando analisamos os impactos da Indústria 4.0 na cadeia de produção de alimentos, um dos fatores que sempre se destaca é a rastreabilidade de todo o processo. Ou seja, a possibilidade de monitoramento, registro das condições de produção, transporte e condicionamento dos alimentos, contando toda a história da vida dele, desde a origem (Fazenda) até a gondola do supermercado”, destaca Paulo Roberto, consultor em inovação da ZorfaTec.

Isso significa que as novas tecnologias para a leitura de dados na Indústria 4.0 vai permitir obter e monitorar todas essas informações de forma muito mais acessível e rápida. “Será fácil implementar a coleta e leitura de dados na indústria 4.0 das condições de produção, transporte e armazenamento dos produtos, possibilitando total transparência do processo, e muito mais segurança ao consumidor”, complementa Roberto.

Os benefícios dessa tecnologia para o setor

As vantagens proporcionadas pela leitura de dados na Indústria 4.0 são enormes. Como permeiam toda a cadeia produtiva, essas tecnologias permitem aprimorar a qualidade dos alimentos, evitar desperdícios com transporte e armazenagem e controlar e identificar os gargalos de custo de todo o processo. Dessa forma, há um controle muito mais efetivo de todas as variáveis que hoje causam a perda de alimentos.

A Indústria 4.0 ainda permite realizar o planejamento e a programação da produção de forma conjunta. É possível, por exemplo, usar a computação em nuvem para combinar os dados da sua indústria com os de fornecedores e clientes em tempo real. Assim, todos podem colaborar para gerar resultados mais assertivos e que atendam às demandas do mercado.

Como se todos esses benefícios já não fossem excelentes, os dados permitem um entendimento muito maior do consumidor. Por meio de um bom cruzamento dessas informações, é possível identificar padrões de consumo, acompanhar os níveis de satisfação dos clientes e oferecer produtos e serviços cada vez mais personalizados.

“Ao visualizarmos esse novo ambiente, é possível perceber uma redução no custo total da produção de alimentos, e melhor oferta, não só em qualidade, mas também em preços, e, ainda, assim com mais lucratividade para produtores. A possibilidade de controle e rastreamento da cadeia de produção e distribuição de alimentos será a chave para uma grande transformação no setor”, finaliza Roberto.

Está pronto para tirar o máximo de proveito da leitura de dados na Indústria 4.0? Comece a se aprofundar nas novas tecnologias e a adaptar à realidade da sua indústria o quanto antes para não ficar de fora nessa revolução! 

credenciamento-fispal-tecnologia-2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *