• Fispal Tecnologia is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

A Fispal Tecnologia

“Cerveja artesanal não é moda: é tendência”: veja dados do futuro do setor

Os dados não mentem: a cerveja é a bebida oficial do brasileiro. O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, com uma produção que chega a 14 bilhões de litros. Além disso, ela também representa 60% de toda bebida alcóolica consumida no país. É nesse cenário que a cerveja artesanal cresce e ganha cada vez mais relevância com o público.

De acordo com Luis Fernando Amaro, sócio da Fábrica do Instituto da Cerveja (ICB) Brasil, as cervejas especiais seguem num fluxo constante de crescimento. “Se em 2010 as cervejas artesanais representavam 0,7% da produção nacional, hoje elas já somam 1,2%”, comentou. “De 2007 a 2018, o número de micro cervejarias passou de 72 para 850. Em 2019, esse número já chegou a 1000”, aponta. O tópico foi tema da palestra do especialista do ICB na Arena da Cerveja, na Fispal Tecnologia 2019.

Amadurecimento do público e crescimento do mercado

As análises apresentadas durante a palestra apresentam um cenário positivo para os microcervejeiros do país. “Há uma tendência de um consumidor mais maduro, cada vez mais capaz de identificar as diferenças e a qualidade entre as cervejas mainstream e as artesanais”, defendeu. Já são mais de 7500 rótulos de cerveja artesanal no Brasil. A capacidade produtiva média desse setor é estimada em 20 mil litros por ano, mas o cenário é promissor. “Já temos aproximadamente 10% de empresas que já atingiram a marca de 100 mil litros produzidos mensalmente”, contou Amaro.

Sobre as estratégias de venda e marketing, o especialista comenta que a criatividade segue indispensável. “Embalagens inteligentes e geram interesse e diferenciação, incentivando a curiosidade do público”, contou. Para ele, quando se trata de cervejas especiais, o público é mais criterioso e demanda mais informação. “O rótulo ideal precisa trazer informações como estilo, ingredientes, origem, preço e ritual”, listou para os presentes.

O futuro da cerveja artesanal

De acordo com Amaro, a cerveja artesanal é uma tendência, não uma moda passageira. “Podemos esperar um crescimento contínuo pelos próximos 10 anos, mas quem não estiver preparado ficará para trás”, alertou. Confira algumas tendências apresentadas:

– Cerveja vai disputar com vinho pelo público interessado em saúde;

– Mercado vai amadurecer e aumentar concorrências diretas nos PDVs;

– Aumento de Pilsen e Lager no mercado artesanal, acompanhando o amadurecimento do público;

– IPA segue forte, mas já não é um diferencial;

– Apostas: NEIPAS, Sours, Brettys e Smoky.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *