Indústria 4.0, Inovação

Como implementar a tecnologia robótica na indústria

Aumentar a interação entre robôs e humanos no parque industrial demanda muito planejamento e objetivos claros. É preciso não apenas adotar a tecnologia, como também implementar ações de produtividade e eficiência.

Além disso, os funcionários responsáveis por manusear os softwares e robôs precisam de conhecimento e treinamento, portanto, esse não é um passo que se dá da noite para o dia.

Dessa forma, a utilização de robôs depende diretamente de ferramentas de inteligência artificial. Afinal, elas permitem tornar o manuseio da aplicação mais simples, e também melhoram a experiência de interação entre empresa e consumidores.

A tecnologia robótica abre espaço para que a força de trabalho humana seja aplicada em questões mais complexas e delicadas. Ou seja, não é mais preciso alocar pessoas em trabalhos repetitivos como atualmente.

O resultado é uma capacitação de maior qualidade nos operadores, os tornando mais hábeis em questões analíticas e que realmente poderão agregar diferenciais para a empresa.

O impacto é tanto que muitos analistas já defendem que o atendimento robotizado vai gerar uma verdadeira revolução na vida das pessoas. Afinal, as máquinas serão capazes de conversar de forma fluída e, assim, poderão ser utilizadas para a venda de produtos, solicitação de cartões de créditos, entre outros.

É fundamental ter em mente que todo e qualquer sistema robotizado requer uma interação com humanos para ser produtivo, como lembra Klaus Saraiva, Business Manager Executive, da Robotics. “Por menor que seja essa interação, ainda é o ser humano que deve intervir em casos de falhas do sistema. Não se pode esquecer que um robô é uma máquina e, como tal, está sujeita a desgastes mecânicos que podem ser minimizados através de manutenções preventivas“, afirma.

É importante ressaltar que a adoção de robôs na linha de produção ou em qualquer outra área da empresa não aumenta a taxa de desemprego. A tecnologia apenas faz com que a força de trabalho humano seja realocada para outras atividades.

Ao passo que, atualmente, é preciso ter pessoas na linha de produção, os robôs demandarão funcionários para programá-los e realizar as suas manutenções. Além disso, de nada adianta construir empresas mega lucrativas e produtivas se a população estiver desempregada e, consequentemente, sem poder de compra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *