Inovação

Empresa lança soluções para o mercado de embalagens: veja o case

Produzindo de acordo com a demanda de clientes, a empresa catarinense Perfor identificou em meio à crise atual oportunidades para aumentar o mix de produtos e realizar novos negócios com fabricantes de embalagens para alimentos e bebidas. Em 2016, a empresa apresenta três máquinas, que serão expostas na Fispal Tecnologia: um dosador, aplicadores e ensacadeiras. Embora complementares, os equipamentos podem ser adquiridos separadamente.

O dosador era um projeto antigo da companhia, “engavetado”, e foi retomado quando um cliente questionou a Perfor sobre a disponibilidade do produto e encomendou alguns. A máquina que funciona com sistema gravimétrico é uma resposta ao problema de variação de peso dos produtos enfrentado pelas empresa de embalagens de alimentos e bebidas.

Segundo o diretor comercial e administrativo da Perfor, Edson de Oliveira Lima, pequenas diferenças de peso acontecem, se percebidas por consumidores a reclamação vai para o SAC, mas se identificadas pelo Inmetro (Instituto Brasileiro de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), as empresas podem ser multadas. “Esperamos resolver esse problema. O dosador vai diminuir essa variação e oferecer um peso mais padronizado.”

As ensacadeiras e os aplicadores podem ser instalados em linhas de ensaque de sacos valvulados e boca aberta com capacidade até 60kg e linhas de ensaque de Big Bag com capacidade até 2000kg. A ensacadeira tem com configurações principais:

  • – Envase de produtos granulados e poeirentos;
  • – Princípio de enchimento por sopro, rosca, gravitacional e turbina;
  • – Produção de até 10 sacos/minuto;
  • – Precisão de pesagem de +/- 0.5% à 1%;
  • – Telas touch screen de 7 polegadas;
  • – Comando por CLP;
  • – Processadores duplos de 32 bits;
  • – Controle de precisão da dosagem por cilindro pneumático, garantindo alta velocidade, reduzindo a vazão do produto para que ocorra a dosagem precisa;
  • – Aplicador com magazine (opcional);
  • – Parte elétrica conforme Norma NR10;
  • – Parte mecânica conforme Norma NR12.

Sob pressão

De acordo com Lima, atuar em um mercado que produz sob demanda é preocupante, o retorno satisfatório de vendas pode acontecer em até três anos, entretanto, as máquinas só são montadas após a compra do cliente. Além disso, o diretor comercial e administrativo da Perfor afirma que os clientes da empresa ao desenvolverem novas linhas de produtos precisam de equipamento específico, logo “sempre tem demanda e saída de produtos”.

Um diferencial desse tipo de maquinário é a personalização ser criado considerando velocidade da linha de montagem das empresas clientes; metros por segundo da esteira da fábrica; produtos montados por minutos, além de utilizar informações como a dimensão das caixas, por exemplo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *