Fispal Tecnologia faz parte da divisão divisionName da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

alimentos-saudaveis-crescimento-mercado-fispal-tecnologia

Mercado de alimentação saudável desponta como oportunidade de negócio

A busca pela saudabilidade está ganhando cada vez mais espaço na sociedade brasileira e na indústria de alimentos e bebidas nacional. No ano passado, o mercado de alimentos e bebidas saudáveis alcançou R$ 93,6 bilhões em vendas, o que colocou o Brasil na quinta posição do ranking dos gigantes desse setor. Entre todas as categorias do segmento, a de orgânicos foi a que teve o maior avanço dos últimos cinco anos: 18,5%. Os dados são de um estudo da agência de pesquisas Euromonitor Internacional, publicado em fevereiro deste ano.

Para se ter uma ideia, nos últimos cinco anos, as vendas de alimentos naturais avançaram a uma taxa média de 12,3% ao ano, enquanto no resto do mundo o percentual ficou em torno de 8%. E a previsão é a de que o mercado brasileiro de produtos saudáveis cresça anualmente 4,4% até 2021.

Diante desse cenário, a Superbom, empresa especializada na fabricação de produtos saudáveis, tem se destacado por produzir itens voltados para alimentação saudável, isentos de glúten, lactose, corantes e aromatizante artificiais. Fundada com o viés da saudabilidade por seguir os preceitos da Igreja Adventista, a companhia é uma das pioneiras desse setor, com mais de 100 produtos de fabricação própria, como sucos 100% naturais.

“Pautamos o nosso trabalho a partir de estudos de mercado que nos indicam a melhor forma de aplicarmos o conceito da saudabilidade. Além disso, ouvimos bastante o nosso SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor), que serve como uma boa fonte do que o consumidor busca e ainda não encontra”, afirma David Oliveira, gerente de marketing da Superbom.

Para aproveitar o aumento da demanda por esse tipo de produto, a empresa pretende lançar novos produtos em 2017, como um queijo vegano, feito a partir da batata. Isso porque, embora a crise tenha impactado de forma geral os negócios, o mercado de produtos saudáveis tem sofrido menos do que o de alimentos convencionais.  Segundo o relatório “Tendências Mundiais de Alimentação e Bebidas 2017”, elaborado pela agência de pesquisas Mintel, quatro em cada cinco brasileiros estão dispostos a gastar mais se o alimento tiver maior valor nutricional. O documento revela ainda que 79% dos entrevistados já substituem produtos convencionais por outros mais saudáveis,44% dão preferência a produtos sem corantes artificiais e 24% dos adultos brasileiros comeriam mais grãos integrais, como linhaça e quinoa, se soubessem como utilizá-los no dia a dia.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar