Fispal Tecnologia faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

envase de bebidas

Envase de bebidas na Indústria 4.0

O processo de embalagem de bebidas é conhecido como envase e é a etapa final na fabricação do produto, que pode ser envasado em diversos tipos de embalagens, retornáveis ou descartáveis. Com a Indústria 4.0, esse processo ganha mais controle de qualidade e potencial competitivo.

Nosso país é o quinto maior mercado de bebidas saudáveis do mundo, apresentando um crescimento de 20% ao ano desde 2012, enquanto o resto do mundo cresceu apenas 8%.

Em 2014, o BNDES anunciou um estudo que indicava um investimento de 32 bilhões de reais no setor de bebidas até 2018. Isso está acontecendo mesmo com a instabilidade, indicando a confiança dos empreendedores, dos investidores e do mercado no segmento de bebidas.

Diversas bebidas produzidas aqui são comercializadas para o exterior, sendo que esse setor foi um dos que mais exportou para os Estados Unidos em 2015. Por isso, mesmo com a retração de alguns nichos, o mercado de bebidas deverá continuar seguro em 2018, atraindo moedas estrangeiras para o país.

Benefícios da tecnologia para o mercado de envase

A automação contribuiu muito para as empresas do setor, aumentando a produção e reduzindo em muito o custo de fabricação, possibilitando ter um produto mais barato para o consumidor e, consequentemente, um aumento significativo nas vendas.

Por isso, máquinas que possuem sistema de higienização total, proteção ultravioleta em toda cabine, controle de todas as operações por meio de painel eletroeletrônico são consideradas tecnologias de ponta e possibilitam a automatização de todo o seu processo de envase e datação nos copos e garrafas.

Muitas máquinas também possuem um sistema que interrompe a colocação de tampas automaticamente ao detectar a ausência de recipientes na bandeja, uma funcionalidade que diminui bastante o desperdício.

Todas essas vantagens ajudam na redução de mão de obra, pois apenas uma pessoa consegue operar quatro máquinas de uma vez.

Além disso, no mercado existem máquinas que produzem até 3.000 unidades por hora, dependendo do tamanho do recipiente.

Independentemente da tecnologia empregada, é importante assegurar:

  • Produto 100% seguro através de design higiênico.
  • Maximização da performance de enchimento.
  • Valorização crescente da sustentabilidade e redução de consumo, de recursos.

E se os três itens listados acima estiverem juntos, melhor ainda.

Desafios

O setor de envase precisa estar de olho nas novas tecnologias, para que possa aprimorar seu processo, de forma a entregar mais qualidade. Mas como fazer isso? Gustavo Borges, Diretor da Água Mineral Santo Anjo, aconselha investimento em tecnologia – sem abrir mão da capacitação de funcionários. “Cada vez mais as máquinas vão tomar conta do parque fabril, mas nunca vão substituir o cuidado e a atenção das pessoas para com os produtos”, comenta.

As diversas tecnologias e as diversas máquinas criadas vieram para agregar valor ao produto e também para facilitar e promover um incremento na produção, no entanto, é preciso também a mão humana que influencia no tipo de embalagem escolhida, que vai influenciar diretamente no envase, na distribuição e venda de determinado produto e também contribuir para oferecer vantagem competitiva às empresas. Portanto, vale investir em novas tecnologias, mas sem esquecer também de investir nas pessoas. Esse equilíbrio é um dos grandes desafios desse segmento de mercado.

Fique por dentro das principais transformações da indústria de alimentos e bebidas aqui no nosso Canal de Conteúdo!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar