Fispal Tecnologia faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

hackaton-indústria.jpg

Hackaton da indústria: em busca de novos produtos

Veja como o modelo de Hackaton pode ser fundamental para acelerar a inovação na indústria de alimentos e bebidas de uma maneira muito mais dinâmica e barata.

A inovação na indústria A&B é fundamental para manter a competitividade, solucionar problemas, reduzir custos e otimizar processos - especialmente no momento atual, em que o mercado está altamente volátil e dinâmico. 

Com a chegada da Indústria 4.0, a inovação do setor é ainda mais importante, uma vez que o uso das tecnologias na tomada de decisão e nos processos fabris exige mais velocidade e a habilidade de reinventar o negócio a todo momento.

"A Revolução 4.0 está ocorrendo em todos os setores da economia, inclusive o industrial. Esse é um movimento multisetorial que essa nova era está trazendo, amparada por tecnologias como a Internet das Coisas e a Inteligência Artificial, mas também por novos conceitos, como a economia compartilhada, o empoderamento do cliente e do fornecedor e as Hackatons. Tudo isso mostra que é preciso se reinventar constantemente", comenta Sylvio Gomide, diretor do Departamento da Micro, Pequena, Média Indústria e Acelera Fiesp.

A inovação na indústria alimentícia, no entanto, está cada vez mais complexa. Afinal, é preciso de conhecimentos específicos, agilidade, intimidade com tecnologias, entre outros. E é exatamente em meio a este cenário que as Hackatons aparecem como uma excelente opção.

Quer entender melhor como uma Hackaton pode colaborar para a indústria? Então, não deixe de ler este artigo!

O que é Hackaton?

Hackaton é um evento que surgiu no Vale do Silício, entre as startups, por volta de 1999. Ele reúne profissionais ligados ao desenvolvimento de softwares em maratonas de trabalho que têm como objetivo criar soluções específicas para um desafio.

Atualmente, o termo não se limita mais à área de softwares, sendo empregado em empresas de diversos setores para a criação de soluções para problemas.

O mais interessante de uma Hackaton, no entanto, é que o evento é um acelerador de ideias e, portanto, traz diversos benefícios para o negócio. Nele, é possível criar um espaço aberto para experimentar e testar novas ideias enquanto os participantes também aprimoram suas habilidades.

Além disso, Hackatons  permitem o desenvolvimento de um pensamento rápido e ampliam a capacidade de comunicação entre as equipes, uma vez que estimulam uma competição saudável ao envolver recompensas para os vencedores.

Hackaton e inovação na indústria alimentícia

Gomide diz que há uma frase no Vale do Silício que diz que, como empreendedores, temos que matar a nossa empresa antes que o concorrente o faça. "Quando o empreendedor reconhece isso, ele vai atrás de novas formas de fazer negócio e reinventa a empresa antes que seja tarde demais".

Ainda assim, ele chama atenção para o fato de que inovar não é algo recente. A diferença é que, antes, o processo era feito a partir da contratação de uma equipe ou consultoria, que criava planos de atuação com base em pesquisas e meses de trabalho. "A tecnologia trouxe novas maneiras de fazer isso".

Agora, ao invés de criar um departamento de pesquisa do zero, é possível participar de feiras e eventos e ter contato com startups que tenham a ver com o seu negócio. "Muitas vezes, a solução que você precisa, está dentro de uma startup e, como essa startup está no começo, ela precisa de alguém que a contrate. É por isso que, inclusive, muitas startups são adquiridas pela indústria ou se tornam sócias", explica Gomide.

Assim como é possível estar nesse ambiente por meio de eventos, também é possível fazer Hackatons para levar o desafio do negócio para as startups: "na ocasião, são convidadas pessoas de diferentes áreas (entre 15 e 20 pessoas) e, por meio da metodologia de maratona, o desafio é apresentado dentro de um contexto para que todos apresentem soluções".

Hackaton como instrumento de inovação

Hackatons podem (e devem) ser usadas pela indústria alimentícia como instrumento de inovação. Afinal, a metodologia é mais barata do que internalizar a atividade, e costuma ser muito mais ágil e eficaz para acelerar a pesquisa e o desenvolvimento de novos produtos.

Além disso, muitas vezes, já existem startups que oferecem soluções que podem sanar os obstáculos da sua empresa. Por que não se juntar a elas?

A visão dinâmica, rápida e descentralizada das startups têm muito a acrescentar para a indústria de alimentos e bebidas. Portanto, esse pode ser um excelente caminho para continuar crescendo e inovando em um mercado cada vez mais acirrado e competitivo!

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar