Gestão, Sustentabilidade

Por que adotar um plano de eficiência energética na sua indústria

O setor industrial é responsável por 40% do consumo de energia elétrica do país, de acordo com dados da CNI. Isso significa que o aumento do consumo de energia demanda cada vez mais suprimentos para que as atividades sejam realizadas.

Ao mesmo tempo, cerca de 20% dos motores instalados em unidades fabris no Brasil possuem mais de 25 anos de idade, sendo os grandes responsáveis pelo alto consumo de energia.

Todos esses dados alertam para a importância de estudar e implementar planos de eficiência energética na indústria de alimentos e bebidas. Além de contribuir para a sustentabilidade do país, estratégias do tipo reduzem custos a longo prazo, aumentam a produtividade e evitam um alto volume de manutenções nas linhas de produção.

Vantagens do plano de eficiência energética na indústria de alimentos e bebidas

“De acordo com a International Energy Agency (IEA), o setor industrial é responsável por mais de um terço do consumo mundial de energia e por 33,9% do total de energia produzida no Brasil. O setor de alimentos, por sua vez, ocupa a quarta posição entre os maiores consumidores”, alerta Juliana Souza e Silva Cardoso, especialista em Desenvolvimento Industrial.

Para a profissional, o plano de eficiência energética não apenas permite reduzir o consumo de energia e as despesas, como também aumenta a produtividade e a competitividade industrial. “Além disso, o plano propicia à empresa o conhecimento do seu perfil energético, que pode ser uma base introdutória para a definição da estratégia da corporação para eficiência energética atendendo a ISO 50001. É preciso lembrar que, para tornar-se operacional, o desenvolvimento de eficiência energética no chão-de-fábrica deve ser considerado um processo de melhoria contínua“.

Dessa forma, implementar ações para melhorar a eficiência energética permite às indústrias aprimorar a competitividade, além de ser uma estratégia com excelente custo-benefício.

credenciamento-fispal-tecnologia-2018

Como começar a traçar o plano

O primeiro passo para melhorar a eficiência energética na indústria de alimentos e bebidas é partir de um diagnóstico. Esse mapeamento inicial permitirá identificar os pontos de atenção e de perdas e, assim, traçar e implementar as melhorias.

Dessa forma, o diagnóstico também ajuda a entender e a priorizar o investimento necessário. Tornando possível equilibrar as verbas com o retorno esperado do plano.

“O início de estruturação desse tipo de estratégia se dá por meio de consultorias em eficiência energética. Trata-se de uma abordagem sistemática aplicada ao aumento da eficiência energética dos sistemas produtivos. São realizadas análises e melhorias no consumo de energia de recursos de produção das indústrias, utilizando-se como base as premissas da ISO 50001. Para se ter sucesso nessa estratégia é fundamental o comprometimento da empresa com a realização das intervenções propostas”, acrescenta Juliana.

Principais pontos de atenção no consumo de energia

O plano de eficiência energética na indústria de alimentos e bebidas pode e deve ser realizado por etapas. Assim, é possível estabelecer e avaliar critérios de viabilidade econômica.

Ainda assim, alguns pontos devem receber uma atenção especial. Afinal, costumam ser os grandes responsáveis pelo alto consumo de energia.

De acordo com Juliana, esses pontos são: motores elétricos, sistemas de iluminação, ar comprimido, climatização, refrigeração, ventilação, exaustão, geração de frio, bombeamento, aquecimento, entre outros consumos particulares de cada empresa. “É possível reduzir a energia requerida em cada processo produtivo por meio do controle da velocidade de motores e bombas, por exemplo. Por meio de medidas como essas, a eficiência energética poderá ter importante papel econômico e ambiental para as indústrias de alimentos e bebidas”, conclui.

A sua empresa já presta atenção ao consumo de energia ou, então, adota alguma medida especial para melhorar a eficiência nesse sentido? Compartilhe os seus aprendizados com a gente nos comentários!

cta-eficiencia-energetica

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *