Inovação

Vantagens da rastreabilidade para a indústria de alimentos e bebidas

Já imaginou se a sua indústria recebesse um feedback do consumidor final ou não precisasse passar pelas burocráticas informações dos distribuidores? Afinal, o novo perfil de consumidores brasileiros não é mais formado preponderantemente por pessoas fiéis a determinadas marcas, lojas ou produtos. O novo consumidor faz pesquisa online para garantir o melhor custo-benefício e ter acesso às melhores ofertas.

As novas tecnologias deram voz ao consumidor final, que está cada vez mais exigente – buscando produtos com os quais eles realmente se identificam. Com a rastreabilidade, a indústria de alimentos e bebidas consegue se aproximar com este consumidor, dentre outras vantagens oferecidas.

Conquiste a confiança do consumidor final

Para os clientes do mercado de alimentos e bebidas, um dos fatores que mais impactam no atributo confiabilidade é a procedência da matéria-prima.

“A questão da rastreabilidade de produtos, antes interessante para o B2B e o background da logística, hoje diz respeito diretamente ao consumidor final”, garante a Engenheira de Alimentos da Universidade Estadual de Campinas Aline Lemos.

Assim, cada vez é mais necessário ter a possibilidade de rastrear os itens para que sejam evitados transtornos junto a consumidores, varejo e indústria. Graças aos processos de rastreabilidade, é possível identificar onde o produto foi fabricado, suas etapas de produção, distribuição até a  chegada às gôndolas do varejo.

“Recursos como o código de barras, o QR Code e o DataMatrix – antes importantes apenas para o relacionamento da indústria com o varejo (controle de estoques, perdas etc.) – ajudam agora os consumidores a terem mais informações sobre os produtos”, afirma o Gestor em Tecnologia da Informação e programador pela Universidade de Franca, Fabrício Machado.

A rastreabilidade pode ajudar na interação com o consumidor, auxiliando nas seguintes questões:

  • Como a indústria pode responder agilmente se um consumidor entrar em contato para descrever um problema em um produto;
  • Saber se os produtos foram produzidos realmente por aquela indústria;
  • Quando e onde o produto foi fabricado;
  • No caso de problemas, em qual fase da fabricação desse produto houve erro.
  • Quem vendeu esse produto ao consumidor final.

 Além de garantir melhores produtos, a rastreabilidade também ajuda a evitar falsificações e contrabandos, garantindo ao consumidor a compra de produtos industrializados originais e regulamentados – as falsificações e o contrabando são grandes preocupações nesse quesito.

A rastreabilidade não é a solução para a falsificação, o contrabando ou a má qualidade de insumos na cadeia produtiva, mas certamente facilitará para que os consumidores fiscalizem as empresas e que os próprios órgãos governamentais possam cobrar produtos de melhor qualidade.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *